RESIDÊNCIA LA RIOJA – STUDIO [+]

Resid 1

  • Colaboradores: Omar Corral, Antonio Rodríguez, Patricio Rodríguez, Julio Flores

Resid 2O conjunto consta de três residencias geminadas unifamiliares localizadas em Baños, uma das comunidades periféricas de Cuenca que, atualmente, experimenta um acelerado processo de consolidação urbana. Ele se desenvolve sobre um terreno com uma grande inclinação e de perímetro irregular. Ao estar localizado em uma área alta, o local possui vista privilegiada da cidade, sendo desfrutada desde os terraços da residência. O condomínio possui um acesso comum e privado; entretanto, o tipo de vedação permite sua continuidade visual com a rua e a vizinhança.

Resid 3

Resid 4

Resid 5Os pontos chave que sustentam o desenho são:

•As vistas como conectores entre moradia e seu entorno;
•Espaços interiores e exteriores interconectados;
•Máximo aproveitamento de iluminação e ventilação natural.

Resid 6

A fachada posterior abre-se com grandes janelas trazendo o exterior para o interior, conectando-o com a área social. No primeiro pavimento, o espaço social se conecta incluindo um terraço exterior e a churrasqueira. Era importante para o conceito que todos os ambientes coexistissem, mas que, cada um pudesse manter sua especificidade. Na sua transparência, a caixa de luz das escadas ajuda nesta definição de ambientes, sem obstruir a fluidez do espaço.

Resid 7As vistas ao exterior sempre estão presentes desde cada espaço. As portas que deixam completamente livre o vão do terraço fazem com que o interior e o exterior possam misturar-se a vontade. Esta conexão é fundamental para o desenho, pois consegue trazer o exterior ao interior e vice-versa, o que enfatiza o pertencimento da moradia no seu meio ambiente. A conexão interior-exterior se repete nos dormitórios, onde grandes vãos, portas de correr e varandas contribuem para este propósito.

Resid 8

Resid 9

Resid 10A caixa transparente das escadas é a fonte de luz que banha todos os pavimentos, rompendo a profundidade nas proporções do lote. Aberta em todo seu trajeto vertical, converte-se em um conector espaços e visuais que vincula os três pavimentos, culminando em um terraço de cobertura. O terraço pode ser entendido como um espaço “inacabado”, possui um desenho básico que combina superfícies verdes e duras mas é, em si mesmo, um lugar disponível, aberto a criatividade do proprietário, que desejava completar pessoalmente este espaço como uma forma de estabelecer uma relação com sua moradia.

Resid 11Madeira, aço e concreto são os materiais que dão forma a linguagem exterior do conjunto. Estes são utilizados para enfatizar certas áreas, dar volumetria e gerar uma leitura dinâmica do conjunto. Harmonizam com seu meio ambiente sem serem pesados. Era importante criar espaços verdes (entornos e coberturas) para o deleite familiar ou cultivo, recuperando desta maneira o uso do solo na área.

Resid 12

Dinamismo no uso dos materiais, iluminação adequada, amplidão e conexão interior-exterior foram os desafios deste desenho. As três residências cumprem com estes parâmetros mas, ao mesmo tempo, possuem elementos que distinguem uma da outra, conferindo a cada uma sua individualidade dentro do conjunto.

Resid 13

Matéria publicada por Arch Daily em 20 de fevereiro de 2017

Publicado em Arquitetura | Deixar um comentário

QUARTO INFANTIL DE ESTILO ESCANDINAVO

A madeira protagoniza o décor deste quarto infantil na Finlândia. Funcionalidade, praticidade e neutralidade também definem o ambiente

House 1Localizada em Vantaa, na Finlândia, esta casa segue à risca os preceitos do estilo escandinavo. A neutralidade, por exemplo, está presente até mesmo no quarto do filho pequeno. Diferente da maioria dos ambientes infantis, neste não há abundância de cores. Longe do rosa ou azul costumeiros, os pais, que também são os arquitetos responsáveis pelo projeto, mantiveram o décor contemporâneo e sereno do resto da residência. A madeira reina nos móveis e como revestimento na parede, aquecendo o ambiente.

House 2De linhas simples, a escrivaninha, armário e gabinete poderão ser usados enquanto a criança cresce até sua vida adulta. A diversão está por conta da cama alta que lembra uma cabana. Além da neutralidade e funcionalidade, o uso de tecidos de texturas variadas também protagoniza a decoração. Pufes de tricô esverdeados se espalham pelo chão e a roupa de cama segue o mesmo padrão listrado da cortina, dando unidade aos elementos.

Matéria publicada por Casa Claudia em 18 de fevereiro de 2017, via Arch Daily.

Publicado em Arquitetura, Decoração | Deixar um comentário

EDIFÍCIO COM O ÁTRIO MAIS ALTO DO MUNDO ESTÁ EM OBRAS EM PEQUIM

Leeza Soho, um projeto da arquiteta Zaha Hadid, atinge o 20º andar e tem previsão de conclusão para o final de 2018

Leeza Soho é um projeto da arquiteta Zaha Hadid. A construção da torre de uso misto de 46 andares e mais de 200 metros de altura já atingiu o 20º andar. O prédio será construído em um distrito financeiro no sudoeste de Pequim sobre a interseção de duas linhas de metrô. O projeto tem uma área de 172.800 metros quadrados.

Pequim 1A torre é dividida no meio por um volume que é considerado o átrio mais alto do mundo – estende-se por 190 metros de altura, ligando as duas metades do edifício. Conectado com a estação de metrô, o átrio será um novo espaço público para a cidade. Uma praça pública rodeia a torre e deve atrair visitantes para o local.

Pequim 2O átrio permite que a luz natural invada o edifício e presenteia os transeuntes com vistas da cidade a partir do centro de todos os andares. A torre fornece auto sombreamento para o espaço público do átrio e sistemas de isolamento para manter o clima agradável no interior devido às condições climáticas extremas de Pequim.

Pequim 3O projeto também se preocupa com o consumo de energia e a emissão de poluentes. O empreendimento contará com 2680 vagas de estacionamento para bicicletas com direito a lockers e área para ducha. Espaços de carga para carros híbridos ou elétricos estarão localizados no subsolo.

Pequim 4A construção do Leeza Soho alcançará sua altura total de 207 m em setembro deste ano, com a conclusão da torre planejada para o final de 2018. O edifício é uma parceria do escritório Zaha Hadid Architects com a Soho China, a maior desenvolvedora de escritórios em Pequim e Xangai. “A China atrai os melhores talentos de todo o mundo. É importante trabalhar com arquitetos que entendam o que a próxima geração exige; conectando comunidades e tradições com novas tecnologias e inovações para abraçar o futuro”, diz Zhang Xin, CEO da Soho China.

Matéria publicada por Casa Claudia em 16 de fevereiro de 2017

 

Publicado em Arquitetura, Inovação | Deixar um comentário

CENTRO DE EVENTOS SAN MIGUEL DE TANGO – PAR ARQUITECTOS

IMG 1

  • Arquitetos: PAR Arquitectos
  • Localização: Lonquén Sur, Região Metropolitana, Chile
  • Autores: Pablo Lopez, Alvaro Cortés, Tomás Pardo.
  • Área: 1016.0 m2
  • Ano do projeto: 2016
  • Fotografias: Diego Elgueta
  • Fabricantes: Ingeniería Bosón

IMG 2
Como partido geral o projeto busca a configuração de um vazio central, como extensão adaptável e flexível às funções dos variados usos requeridos pelo programa, isto complementado a um sistema de circulações perimetrais que articulam os diversos serviços programáticos. Dita configuração se contrapõe à antessala de chegada existente, parque de árvores centenárias, casa patronal e capela ao fundo.

IMG 3É proposta a renovação dos edifícios preexistentes dispostos em forma de L, um antigo armazém e estábulos, que juntamente com a construção de dois novos volumes (cozinha e banheiros), trabalhados em alvenaria, confinado em perfis de metal, que estruturam e contêm a nova praça; preservando a expressão formal original do tempo, uma linguagem neutra e unitária.

IMG 4

IMG 5

Como complemento ao anterior, busca-se, através de elementos pontuais, injetar um novo caráter contemporâneo que dialogue com a arquitetura tradicional existente; elementos unificadores como caixilhos em aço corten  e pilares de madeira que funcionam como suporte para estruturas temporárias. Além disso, são realizadas certas ações pontuais que geram leveza aos perfis dos corredores e acentuam a cor mediante tons terracota e vinho.

IMG 6

IMG 7

IMG 8Compreendemos as peças do projeto, manifestando a origem de cada parte antiga ou nova.

IMG 10

IMG 9

O paisagismo focou principalmente em ênfases pontuais de aplicação; linhas e áreas específicas de vegetação que acompanham percursos e certos locais, mantendo uma imagem um tanto árida que contrasta com a densidade do parque existente.

IMG 11

Paralelamente foram trabalhadas distintas texturas de pavimentos.

IMG 12

Matéria publicada por Arch Daily em 16 de fevereiro de 2017

Publicado em Arquitetura | Deixar um comentário

BIG É SELECIONADO PARA PROJETAR FÁBRICA DA SAN PELLEGRINO NO NORTE DA ITÁLIA

San 1

Bjarke Ingels Group (BIG) foi revelado como vencedor de um concurso para projetar uma nova sede e fábrica de engarrafamento para a empresa San Pellegrino, localizada na região de mesmo nome, nos Alpes do norte da Itália. Os finalistas incluíram MVRDV, Snøhetta e aMDL, e cada um dos quais apresentou suas propostas em outubro do ano passado.

O concurso pediu aos arquitetos que renovassem e expandissem a casa histórica da empresa, líder mundial em água mineral, com um “projeto verdadeiramente inovador e tecnologicamente avançado” destinado a integrar-se à estética natural do terreno circundante e respondendo à identidade icônica da marca da empresa. É relatado que o complexo de 17.000 metros quadrados tenha um custo de € 90 milhões (US$ 95 milhões / £ 76 milhões).San 2

“O projeto evoluiu em torno de um elemento arquitetônico bem conhecido: o arco. O caráter simples e claro dos arcos em expansão e contração em todo o campus, criam uma infinidade de espaços e experiências. [Pessoas] irão percorrer majestosas abóbadas, túneis cobertos, arcadas e pérgolas verdes que enquadram a história e o patrimônio da marca. A serialidade da arquitetura revelará partes das montanhas circundantes, desde os cumes cobertos de neve até o rio Brembo”.

De acordo com o BIG, eles vão colaborar estreitamente com San Pellegrino e os arquitetos locais do Studio Verticale ao longo dos próximos quatro anos, com a construção prevista para iniciar em 2018. A “primeira prioridade será dada à construção da ponte que conectará a fábrica de engarrafamento a Zogno, que irá então ligar para a estrutura de estacionamento para veículos pesados. ” A partir de 2019, o foco será desviado para os escritórios, a ala norte da Fábrica, e o “Laboratório de Experiência”.
 

Matéria publicada por Arch Daily em 15 de fevereiro de 2017

Publicado em Arquitetura, Construção, Inovação | Deixar um comentário

MAURICIO DE SOUSA ASSINA NOVA COLEÇÃO PARA TOK&STOK

Horácio, o dinossauro gentil da Turma da Mônica foi o escolhido para estampar os novos produtos da parceria do desenhista com a marca

Horacio 1Na última quinta-feira, Maurcio de Sousa esteve presente na nova loja da Tok&Stok, na Av. Francisco Matarazzo, em São Paulo (SP). Antes de sua chegada, dezenas de crianças e adultos nostálgicos esperavam ansiosos por sua presença para falar da nova coleção que fez para a rede – e também contar algumas curiosidades sobre a Turma da Mônica.

Horacio 2O personagem escolhido para a nova parceria foi o dinossauro Horácio, que estampa caneca, bowl, prato, toalha, roupa de cama entre outros itens com desenhos feitos por Mauricio e sua equipe. O filhote de Tiranossauro Rex vegetariano é gentil, amigo e romântico. “Dizem que parece comigo”, diz Mauricio, modestamente. Horácio apareceu pela primeira vez nas tiras de jornal do personagem Piteco, no Diário de S. Paulo, em 1961.

Horacio 3

Até hoje, é apenas Mauricio quem desenha e escreve as histórias do dinossauro, uma espécie de alter ego do desenhista. Mesmo tendo diminuído o ritmo de produção nos últimos anos, Mauricio continua com a mesma facilidade para produzir suas narrativas. “As histórias saem de forma quase mediúnica. Eu nunca tive medo de não conseguir escrever uma história, porque eu sei que se eu sentar e parar para escrever, em 40 minutos vai estar lá, pronto”, revela.

Horacio 4

Mauricio estava na companhia de sua filha Mônica, a musa inspiradora da personagem principal da sua turma e responsável pela área comercial da Mauricio de Sousa Produções. Quando as perguntas foram abertas ao público, a primeira criança foi logo indagando: “Mauricio, como é a Mônica na vida real?”, o desenhista, muito carismático, falou baixinho: “Vou te contar um segredo: você vai poder perguntar isso pessoalmente para a Mônica real, ela está aqui do meu lado!”. A criança arregalou os olhos e não conseguiu dizer mais nada, tamanho o choque com a descoberta.

Horacio 5

Os produtos já estão disponíveis em todas as lojas físicas da Tok&Stok e também no e-commerce da marca.

Horacio 6

Matéria publicada por Casa Claudia em 15 de fevereiro de 2017

Publicado em Design de Interiores, Móveis, Revestimentos | Deixar um comentário

CASA LUXUOSA EM LONG ISLAND

Casa 1

Uma casa em que a paisagem faz parte de seu projeto. Localizada em Long Island, nos Estados Unidos, a residência é repleta de paredes de vidro, onde a paisagem tem papel determinante em todo o projeto. Situada entre o oceano Atlântico e o açude, a casa foi projetada pelos arquitetos do Stelle Lomont Rouhani Architects.

Casa 2

O projeto todo da residência em Long Island tem como objetivo unir as paisagens onde ela fica projetada. As paredes envidraçadas faz com que ambas paisagens de comuniquem.  Com dois pavimentos, a residência gira ao redor do Oceano e do campo, e faz um contraste muito interessante. Alguns ambientes internos da residência foram projetados de forma precisa, como a cozinha com uma visão privilegiada para os açoures e quarto principal com uma vista incrível para o oceano.

Casa 3A piscina com borda infinita foi colocada voltada para os açudes, fugindo do senso comum que seria está localiza em frente ao oceano. Já o living ficou projetado com uma visão privilegiada para a praia, algo que da a impressão que a casa é mais exclusiva do que ela já é.

Casa 4

Matéria publicada por Eye4Design em 13 de fevereiro de 2017

Publicado em Arquitetura | Deixar um comentário

CASA W FLERTA COM A SUSTENTABILIDADE EM TAIWAN

Casa 1Reaproveitar antigas construções é uma tendencia que nunca sai de moda. Prova disso é a Casa W, uma residencia contemporânea em um edifício de aproximadamente 50 anos de idade, em Taiwan. Com três andares, os arquitetos da KC studio utilizaram o vidro como um elemento que deu um ar de modernidade ao projeto e ainda fez com que a estrutura não fugisse de sua origem.

Casa 2

O living e a sala de jantar acabaram ficando integrados com a cozinha, dando a ideia que ambos são apenas um ambiente. Uma ideia bem interessante desse projeto foi que o teto de vidro contribui para a residencia ser bem iluminada. Projetos bem iluminados estão no auge, eles flertam com a sustentabilidade o que faz o projeto se tornar muito mais interessante do que ele é.

052-818x613

Matéria publicada por Eye4Design em 14 de fevereiro de 2017

Publicado em Arquitetura, Sustentabilidade | Deixar um comentário

APÊ DE 90 M² EM SÃO PAULO É REDESENHADO PARA GANHAT ESPAÇO

Azul-petróleo e cores do oceano percorrem por todos os ambientes do décor assinado por Diego Revollo

O arquiteto Diego Revollo recebeu a missão de repaginar o apartamento de um cliente aliando suas maiores paixões: arte e fotografia. Localizado em um tradicional bairro de São Paulo, o conceito do espaço ainda foi baseado nas cores do oceano, com predominância do azul-petróleo.

Ape 1O interior original do apartamento de 90 m² foi redesenhado pelo arquiteto para garantir mais espaço e praticidade. Ao eliminar um dos quartos, Revollo fez com que a área de estar fosse expandida e integrada aos demais ambientes. As paredes receberam uma pintura cinza claro, que harmonizam com os tons de mel dos pisos de madeira e provocam uma sensação mais aconchegante e acolhedora. Remetendo às paixões do cliente, quadros e fotografias preenchem o vazio das paredes.

Ape 2

Ape 3

Ape 4

O projeto ainda reaproveitou o espaço para construir um pequeno escritório em um dos cantos da sala. Novamente, o azul-petróleo colore as paredes e os móveis, reforçando o conceito criado por Revollo. A cadeira laranja quebra o tom azulado, sem sair de sintonia com o ambiente.

Ape 5

Ape 6

Ape 7

No banheiro, o mesmo piso de madeira utilizado nos demais cômodos é misturado com azulejos cinzas, que proporcionam brilho e um ar retrô. A mobília e o balcão também seguem o padrão azulado do projeto e entram em harmonia com a pedra preta.

Ape 8

Ape 9

Ape 10

Ape 11

Matéria publicada por Casa Claudia em 13 de fevereiro de 2017

 

Publicado em Arquitetura, Cores, Espaços Multifuncionais | Deixar um comentário

COZINHA REFORMADA COM LEVEZA E COR

Completamente reformada, a cozinha ganhou mais armários e toques de cor para se tornar leve e descontraída Cozinha 1 Quando se mudou, a moradora decidiu não modificar a cozinha. Porém, com o passar do tempo, a necessidade de atualizar o ambiente surgiu, e ele foi completamente reestruturado pela designer de interiores Renata Romiero. O layout, criado junto à Bontempo Móveis, é pensado de acordo com a funcionalidade, com muitos armários para organizar os acessórios de cozinha.  Com 14 metros quadrados, o uso abundante do branco é essencial para dar amplitude ao espaço, presente na tinta das paredes e no revestimento em relevo atrás do cooktop. Entre o tom claro, detalhes em azul e vermelho deixam o ambiente leve e descontraído – as portas dos armários superiores e os nichos que abrigam mesa e micro-ondas levam a primeira cor, enquanto os pendentes Yamamura e as cadeiras levam a segunda. Cozinha 2

Matéria publicada por Casa Claudia em 13 de fevereiro de 2017

Publicado em Cores, Cozinhas, Decoração | Deixar um comentário