English Version

CEOs DE TODO O MUNDO CONTINUAM ACREDITANDO NO BRASIL

24/02/2016

E no poder transformador da inovação e da tecnologia

Pesquisa mundial da PWC feita com 1.600 CEOs aponta o Brasil como um dos mercados em que seguem acreditando e que continuarão a investir, apesar da crise.

É um achado surpreendente, mas em verdade, revela o que sempre soubemos, mas muitas vezes nos esquecemos: crises passam, as Nações continuam. E o Brasil seguirá, logo ali adiante, superada a recessão, sendo um País de potencial para os investimentos e operações das grandes companhias em todo o mundo. Por que não seria?

O que sim é novo, intrigante e desafiador é que os CEOs se manifestam preocupados – e de certa forma acuados – com o crescente poder das pessoas comuns após a Revolução Digital, que as conectou planetariamente, incrementou seu conhecimento sobre tudo e lhes deu uma força de ação e pressão que nunca as corporações enfrentaram em toda a História.

O efeito de toda essa integração entre pessoas, informação e conhecimento aumentou sua preocupação com questões de fundo como sustentabilidade, urbanização, conflitos sociais e tantos outros temas que pertenciam mais ao noticiário geral, do que aos principais tópicos na lista de preocupações das companhias e dos CEOs. Agora passam a fazer.

Dizem os CEOS que se as companhias nãos e alinharem com essas demandas e de verdade começarem a endereçar não apenas preocupação, mas engajamento na solução desses problemas, perderão mercado. Afinal, esse cidadão planetário mais consciente é também, no final do dia, seu consumidor. Estão com propósito é o nome desse jogo.

Os CEOs reconhecem também que as novas tecnologias dão igualmente poder às corporações e seus departamentos de marketing, para conseguirem conversar com seus consumidores e converter objetivos de negócios. Mas que esse é ainda um cenário turbulento, incerto e que as companhias seguirão tendo que buscar como administrar.

Matéria publicada por Meio e Mensagem digital em 22 de fevereiro de 2016