English Version

QUARTO E SALA

19/07/2016

Móveis do estúdio OQ da Casa são pensados para ir de um ambiente para o outro em diferentes funções

A catarinense Geovana Cadore e o paulista Ícaro Lima se conheceram em São Paulo, quando estudaram Design de Produtos no Centro Universitário Belas Artes. Já formados e dispostos a transformar em móveis suas inspirações e paixões, criaram o estúdio OQ Da Casa.

Quando começaram a desenvolver as primeiras peças, se encontraram nos móveis multiuso, feitos para passearem pela casa sem lugar ou funções pré-determinados. “Nosso primeiro móvel, o Criado 50, inspirado na década que o batiza, veio naturalmente com essa proposta e nos identificamos muito com isso”, conta Geovanna.

O cabideiro Ripa, uma das peças mais charmosas da marca, é, ao mesmo tempo, mancebo e sapateira. O Conjunto Vértice, com cômoda, criado-mudo e cabideiro, foi pensado para compor um mesmo ambiente, mas tem itens que podem muito bem ser usados separadamente pela casa, não apenas no quarto. “Nosso processo de criação começa com desenhos mais complexos, que acabam sendo ‘limpos’ a fim de se transformarem em peças bem acabadas, adequadas para serem vistas de todos os ângulos”, explica a designer.

A preocupação da dupla com o acabamento, segundo ela, vem exatamente da vontade de ter peças híbridas. “Se a gente quer que nosso criado-mudo fique também na sala, e não só encostado na parede do quarto, ele precisa estar muito bem acabado. Isso é algo que nos motiva a estar sempre aperfeiçoando nosso trabalho.”

Matéria publicada pela jornalista: Natália Mazzoni do, O Estado de São Paulo em 05 de junho de 2016

1° FOTO. Conjunto Vértice, de pinus e MDF. As peças podem ser vendidas separadamente

2° FOTO. Na mesma peça, cabideiro e sapateira Ripa, de cedrinho.

3° FOTO. Criado 50, de ferro e compensado naval, feito também para servir de mesa lateral.

4° FOTO. Cadeira Ripa de jequitibá, inspirada nos móveis do interior. As peças são vendidas sob encomenda no site da marca.